sábado, 10 de março de 2012

Ta estressado ....vem comigo..., vem para dentro de si....

DEITE-SE  e desligue-se do externo....

deixe sua mente flutuar,
feche os olhos e

veja somente o ceu azul e as cores do arco-iris ,

tente sentir-se levitando....




















A ARTE DE RELAXAR

É surpreendente que tão poucas pessoas conheçam a arte de relaxar. Relaxar é mais do que livrar-se da tensão de um dia de trabalho, e é mais do que a ausência de "stress". É algo positivo e agradável. É uma sensação na qual se experimenta paz de espírito. Para relaxar de verdade, é necessário tonar-se sensível às próprias necessidades fundamentais de paz, autoconhecimento, reflexão - e estar disposto a reconhecer tais necessidades, ao invés de ignorá-las ou subestimá-las.
As pressões constantes da vida cotidiana causam grandes prejuízos ao bem-estar físico e mental de milhões de pessoas todos os anos. Pesquisas médicas sobre as origens de doenças comuns, como a hipertensão arterial, doenças cardíacas, úlceras, e enxaquecas, demonstram a relação entre o "stress" e o desenvolvimento destes distúrbios. Na área de saúde mental, o "stress" é causa freqüente de problemas emocionais e de comportamento, incluindo o esgotamento nervoso". Vários fatores ambientais - do ruído e poluição atmosférica a reflexos da conjuntura econômica, como desemprego, inflação e recessão -, podem tornar as condições de vida ainda mais estressantes. Estas condições podem, com o tempo, aumentar a necessidade de serviços de saúde mental para ajudar as pessoas a lidarem de forma mais eficaz com o seu ambiente.
No transcorrer do dia, as pessoas são freqüentemente distraídas de suas atividades por problemas pessoais, conflitos com familiares, desentendimentos no local de trabalho, más condições de vida ou de trabalho, frustração e solidão - para mencionar apenas alguns. É fácil ficar tão preocupado com viver, pensar, organizar, existir e trabalhar, que se menospreza a própria necessidade de relaxar. Muitas pessoas, em nossa sociedade voltada para a produção, sentem-se culpadas ou, no mínimo, pouco à vontade, quando não estão ativamente envolvidas em desempenhar tarefas ou produzir coisas. Até mesmo suas férias convertem-se em um turbilhão de produtividade, que deixa os participantes exaustos após concentrar tantas experiências em um curto período de tempo. Tal comportamento subverte o valor do período de férias como oportunidade que é, para distração, tranqüilidade, restauração das próprias energias e aquisição de novas experiências.

OS SEGREDOS PARA RELAXAR

Infelizmente algumas pessoas se esforçam para relaxar mantendo a mesma preocupação com tempo, produtividade e atividade que demonstram em seus padrões de vida cotidiana. O segredo para se conseguir os melhores resultados nas tentativas de relaxar é simples: descubra as atividades que lhe dão prazer e, quando você as praticar, empenhe sua energia em obter total bem-estar físico e mental. Se sua distração resulta em produção artística, habilidades musicais, aprimoramento da educação, um físico melhor, ou o que quer que seja, isto é ótimo. Mas lembre-se de que relaxar, e não produzir, é seu principal objetivo.
Especialistas em saúde mental fazem algumas sugestões para se aprender a arte de relaxar:

Defina quais as atividades em que você acha que poderia relaxar, e escolha atividades que você realmente goste.
Não tenha medo de tentar algo novo e diferente.
Verifique a existência de atividades de lazer em sua cidade que você pouco freqüenta (cinemas, praias, clubes, atividades culturais, parques, etc...)
Um amigo que o acompanhe nas horas de lazer costuma ajudar na descontração e no compromisso de persistir nas atividades de relaxamento.
Procure praticar exercícios leves como caminhar, andar de bicicleta, dançar, nadar, praticar jardinagem, etc...
Para aqueles com maior preparo físico, o exercício mais intenso pode ser mais eficiente. Atividades como correr, jogar tênis, basquete, vôlei, etc... podem produzir um agradável efeito relaxante, após um treino puxado.
Caso tenha interesse, procure conhecer algumas técnicas de relaxamento mental para criar a sensação de paz e tranqüilidade de corpo e espírito.
Outras técnicas de relaxamento mental incluem mergulhar na leitura de um bom livro ou deixar-se envolver na tranqüilidade de uma música suave, ou concentrar-se na contemplação.
Atividades criativas como pintura, desenho, cerâmica, carpintaria tricô e mesmo arte culinária, por prazer, podem lhe dar também um sentido de realização, paralelamente ao tranqüilizante relaxamento de se concentrar em algo que você deseja fazer.
Você também pode aliviar o cansaço do dia-a-dia do trabalho com um banho bem demorado, logo que chegar em casa.


PRATIQUE O RELAXAMENTO DIARIAMENTE


Após descobrir sua técnica favorita de relaxamento, planeje dedicar-lhe no mínimo meia hora por dia. A maior parte das pessoas aceita a responsabilidade de prazos e deveres que lhe são impostos por outros, mas é igualmente importante dar atenção à necessidade de períodos de descontração solicitados pelo corpo e pela mente.
Donas de casa "incansáveis" ou executivos "sempre ocupados" devem dar a si mesmos oportunidades de relaxar, se quiserem conservar seu equilíbrio mental em períodos estressantes ou de agendas lotadas.

Retornar ao início da página


ASSUMINDO UM COMPROMISSO PESSOAL


O último princípio da arte de relaxar é engajar-se em atividades de relaxamento com entusiasmo e compromisso pessoal. Envolva-se completamente na atividade escolhida. Solte-se física e mentalmente.
Lembre-se que encontrar técnicas eficazes de relaxamento pessoal não é meramente um passatempo para os ricos ociosos. É essencial para o bem-estar físico e mental de qualquer um.

Texto original no folheto do Programa de Educação Sanitária da Sociedade Brasileira de Psiquiatria clínica.
2004 - Copyright CEMP - Centro de Estudos em Psicologia
Todos os Direitos Reservados
R Tomás Acioli, 576 - Aldeota - Fortaleza - Ce CEP: 60135-180
Fone/Fax: (85) 3246-5757




Nenhum comentário:

Postar um comentário