quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

INCENDIASTES MEU CORAÇÃO





















INCENDIASTES MEU CORAÇÃO




Quero penetrar no teu coração quente,e

Nunca esquecer teu calor tão diferente

Mergulhar em tua paixão e nunca morrer

Estou amando quero sentir-te pra viver.




Como se pode assim tanto querer, e ser

Amado no teu amor para nunca me perder

Despertas-te as minhas poesias de amor

Contigo abro asas de um homem sonhador.




Tudo e possível sermos felizes sem dor

Na realidade vou sentir todo teu calor

Vou te amar até ficar molhado de suor

De corpo e alma deliro com tanto amor.




Ajude um coração num momento da solidão

A ganhar batalhas e vencer à recordação

Comigo seremos livres vencendo em união

És esperança neste mundo de contradição. 



http://naturaleza30sensuais.blogspot.com.br/2007/08/incendiastes-meu-corao.html




INCENDIASTES MY HEART 



I want to penetrate your heart warm, and 
Never forget your heat so different 
Delve into your passion and never die 
I'm loving you feel to live. 



How can so much want, and be 
Beloved in your love for me will never lose 
You awake my love poetry 
Contigo open wings of a dreamy man. 




Everything possible to be happy and without pain 
In fact I'll feel all your heat 
I will love to get wet with sweat 
Body and soul rave with so much love. 



Help a heart in a moment of solitude 
The win battles and conquer the remembrance 
With me will be free in winning union 
You are hope in this world of contradiction. 






Meu coração bate desamparado


Meu coração bate desamparado
onde minhas pernas se juntam.
É tão bom existir!
Seivas, vergônteas, virgens,
tépidos músculos
que sob as roupas rebelam-se.
No topo do altar ornado
com flores de papel e cetim
aspiro, vertigem de altura e gozo,
a poeira nas rosas, o afrodisíaco
incensado ar de velas.
A santa sobre os abismos-
à voz do padre abrasada
eu nada objeto,
lírica e poderosa.
Adélia Prado















Nenhum comentário:

Postar um comentário