quarta-feira, 21 de setembro de 2011

buscando palavras

63

AHHH,
Achei que estava buscando palavras,
mas elas já estavam em mim,
grudadas em meu corpo,
letra por letra...

Pensei em encontrar um tom mais suave de voz,
que pudesse disfarçar o meu louco nervosismo,
e este também estava aquí,
eternamente comigo...

Troquei a roupa mil vezes,
branco, preto, incolor,
ou escandalosamente vermelha,
ajuste inútil, teria que renascer...

Tomei a garrafa de vinho inteira,
depois quebrei as taças,
pensei que daria sorte,
ilusionando meu norte...

Aumentei o volume e dancei,
só as minhas músicas favoritas,
senti fome e degustei demais,
quis mergulhar e quase me afoguei...

É assim que eu fico sem você,
completamente perdida,
naufragando na vida...



(Vera Lucia da Fonseca)




Nenhum comentário:

Postar um comentário